Poste 942 – Long Play

Padrão

Continue lendo

Anúncios

Vokonis – The Sunken Djinn

Padrão

a3172414215_16É seguro afirmar que Olde One Ascending foi um dos melhores álbuns de estreia lançados em 2016, o cartão de boas vindas da banda sueca Vokonis introduziu à comunidade do Stoner / Doom mais um novo nome para aqueles que apreciam música pesada e com um temática voltada ao horror Lovecraftiano, dois dos motivos que me fizeram gostar do álbum desde a primeira audição. Agora a Vokonis retorna com seu segundo álbum de estúdio intitulado The Sunken Djinn, lançado no dia 9 de Junho pela Ripple Music. E mais do que apenas atender às expectativas daqueles que aguardavam pelo álbum, a banda novamente se mostra capaz de colocar mais um entre os principais lançamentos do ano.

Continue lendo

Giant Sleep – Move a Mountain

Padrão

a1167307189_16Move a Mountain é o segundo álbum de estúdio da banda alemã Giant Sleep e foi lançado no dia 26 de Maio. Após a boa estreia realizada com o álbum auto intitulado em 2014, o grupo retorna com força total e demonstrando ainda mais inspiração e criatividade. Uma banda que se propõe a sair da rotina e buscar nas mais diversas influências uma forma de criar algo que fortaleça sua identidade própria é sempre um atrativo. E esse é exatamente o caso da Giant Sleep, a banda reúne elementos do Stoner Rock, Hard Rock setentista, Rock Progressivo e também do Rock Psicodélico, de uma forma que muitos se identificarão.

Continue lendo

Doublestone – Devil’s Own​/​Djævlens Egn

Padrão

a2447853841_16O nome pode não soar familiar para você, mas o som feito pela banda Doublestone segue uma linha conhecida por muitos, principalmente daqueles que gostam de bandas na pegada da Kadavar. Devil’s Own/Djaevlens Egn é o mais novo trabalho da banda e traz oito faixas que bebem na fonte de nomes dos anos 70 do Hard Rock e Classic Rock.

Esse é um daqueles álbuns que não requerem muito esforço para assimilar, a pegada do Hard setentista, do Stoner Rock, Proto-Doom e a veia Bluesy do grupo embalam faixas com ritmos envolventes, agradáveis e que possivelmente vão grudar na sua mente logo na primeira audição do disco. Curiosamente ele é divido em duas “partes”, a primeira inteiramente em inglês e a segunda em dinamarquês.

Enquanto faixas como “War Machine” e “Here Comes The Serpent” possuem efeito imediato e apostam em ritmos mais elétricos, a cadência e desenvolvimentos sutis de “Djævlens Egn” e “I Natten” dão outra dinâmica ao som feito pelo grupo dinamarquês, trazendo algo do Blues Rock e do Heavy Psych. E ainda sobra tempo para a banda mostrar seu lado Folk na ótima “Devil’s Own”, faixa que encerra o “lado A” do álbum.

Totalmente indicado para aqueles que apreciam uma vibe retro!

Acompanhe a Doublestone no Facebook / Bandcamp / Site Oficial.

Lançamento via Ripple Music.