Giant Sleep – Move a Mountain

a1167307189_16Move a Mountain é o segundo álbum de estúdio da banda alemã Giant Sleep e foi lançado no dia 26 de Maio. Após a boa estreia realizada com o álbum auto intitulado em 2014, o grupo retorna com força total e demonstrando ainda mais inspiração e criatividade. Uma banda que se propõe a sair da rotina e buscar nas mais diversas influências uma forma de criar algo que fortaleça sua identidade própria é sempre um atrativo. E esse é exatamente o caso da Giant Sleep, a banda reúne elementos do Stoner Rock, Hard Rock setentista, Rock Progressivo e também do Rock Psicodélico, de uma forma que muitos se identificarão.

A abordagem do grupo é expansiva e dificilmente se prende à mesma dinâmica, mas jamais cai em algo complexo e que dificultaria a assimilação daquilo que é entregue por ela. E a forma como a banda explora cada fonte de inspiração que possui é uma das principais razões que fazem de Move a Mountain um álbum agradável. A influência do Rock Progressivo, por exemplo, pode ser sentida em boa parte do trabalho, mas se manifesta com maior exatidão na faixa de abertura “12 Monkeys”. Já “Freewill Myth” e “Denver” trazem ritmos delirantes e riffs de alto calibre numa mistura muito bem vinda entre Stoner e Hard Rock.

Todas as faixas apresentam composições bem desenvolvidas, repletas de variações e uma riqueza de detalhes. E uma coisa que a Giant Sleep conseguiu fazer no álbum que eu particularmente gostei muito, é a forma que ao mesmo tempo em que as faixas apresentam uma certa profundidade, algo imersivo como na faixa “Forever Under Ground”, onde a cartilha do psicodelismo Floydiana se une à estruturas típicas do Post-Rock, elas fluem com muita simplicidade, citando a bela faixa de encerramento “Stella” como exemplo. O maior destaque do álbum para mim é a faixa “Love Your Damnation”, faixa com requintes de uma balada emocional na marca dos sete minutos de duração, dona de belas melodias, vocais marcantes e uma execução realizada com maestria.

Tracklist:
01 – 12 Monkeys
02 – Freewill Myth
03 – Forever Under Ground
04 – Last Exit Aargau
05 – Love Your Damnation
06 – Denver
07 – Failsafe Plan
08 – Stella

Acompanhe a Giant Sleep no Facebook.

Anúncios

Uma opinião sobre “Giant Sleep – Move a Mountain”

  1. ALBUM REVIEW: Giant Sleep – Move a Mountain

    Move a Mountain is the second full length album by the German band Giant Sleep and was released on May 26th. After the good debut album released in 2014, the group returns with maximum force and demonstrating even more inspiration and creativity. A band that proposes to emerge from the routine and seek in the most diverse influences a way to create something that strengthens their own identity is always an attraction. And this is exactly the case of Giant Sleep, the band brings together elements of stoner rock, hard rock, progressive rock, and also psychedelic rock, in a way that many will identify.

    The group’s approach is expansive and is hardly focused in the same dynamics but it never falls into something complex and that would hinder the assimilation of what is delivered. And the way the band explores every source of inspiration that possesses is one of the main reasons that make Move a Mountain a pleasant album. The influence of progressive rock, for example, can be felt in good part of the work, but manifests with greater accuracy in the opening song “12 Monkeys”. Already “Freewill Myth” and “Denver” bring up delirious rhythms and high-caliber riffs in a very welcome blend between Stoner and Hard Rock.

    All tracks present well-developed compositions, full of variations and a wealth of details. And one thing that Giant Sleep has managed to do on the album that I particularly enjoyed very much, is the way that at the same time the songs present a certain depth, something immersive as in the track “Forever Under Ground”, where the primer of Floydish psychedelia joins the typical structures of the post-rock, they flow with very simplicity, citing the beautiful closing track “Stella” as an example. The biggest highlight of the album for me is the track “Love Your Damnation”, a song with refinement of an emotional ballad in the mark of the seven minutes of duration, owner of beautiful melodies, striking vocals and a performing accomplished with mastery.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s