God Root – Salt and Rot

a2770467260_16

Mais um bom nome da cena underground da Filadélfia, é a banda God Root, que deu vida no último dia 11 de Julho à sua segunda manifestação, intitulada Salt and Rot. Criando uma sonoridade que busca reunir um influências tribais com uma fúria primitiva, a banda caminha pelo Sludge e Doom de uma forma pouco convencional.

Salt and Rot é composto por quatro faixas distintas, cada uma delas tem suas próprias peculiaridades e características, o que torna o andamento do álbum algo interessante e até mesmo desafiador.

A abertura “Reclamation” entrega um ritmo cadenciado que introduz o tom que será predominante durante o álbum. Assim como uma invocação, a faixa é predominantemente instrumental com ritmos tribais ritualísticos e cânticos que se manifestam em alguns trechos da faixa.Já “From Hounds To Silent Skies” apresenta uma atmosfera com certa densidade, as variações dos vocais introduzem algumas vociferações horripilantes. O instrumental se desenvolve com um ritmo crescente, arranjos nítidos da guitarra ganham destaque assim como a bateria esmagadora. Em sua parte final, a faixa se torna ainda mais sombria e incorpora novamente uma conotação ritualística, destacando os sussurros feitos pelo vocal e o tom mórbido e oculto que tomam conta da faixa, ocorrendo uma intensificação tanto no peso quanto na agressividade que a faixa possui.

Já na metade do disco, temos “The Peak is Our Threshold”, uma faixa com características mais experimentais e noise, mantendo as distorções encontradas no final da faixa anterior. A bateria complementa o instrumental na parte final, novamente introduzindo um ritmo tribal. O desfecho ocorre com “Conscious Disease”, minha favorita do álbum. Inicialmente cadenciada, o foco se alterna entre os vocais narrados e samples que são inseridos nos primeiros minutos da faixa. A banda desencadeia uma série de ritmos intenso e pesados, os vocais se tornam um dos principais destaques proporcionando duetos de tirar o fôlego. Riffs impactantes e uma atmosfera massiva que vai se tornando ainda mais densa e macabra ao se encaminhar para o seu desfecho, trazendo características de alguns nomes do Sludge / Post-Metal em uma versão mais grotesca.

Salt and Rot não é um álbum que eu enquadraria como comum, a God Root tem um jeito singular de como desenvolve sua música e isso é comprovado no decorrer do álbum. Se você procura por um álbum pesado e não convencional, vale a pena conferir Salt and Rot.

Tracklist:
01 – Reclamation
02 – From Hounds To Silent Skies
03 – The Peak is Our Threshold
04 – Conscious Disease

 

Anúncios

Uma opinião sobre “God Root – Salt and Rot”

  1. ALBUM REVIEW: God Root – Salt and Rot

    Another good name coming from the Philadelphia’s underground scene is the band God Root, who gave life on the last 11 July to their second manifestation, entitled Salt and rot. Creating a sound that seeks to assemble tribal influences with a primitive fury, the band walks through sludge and doom in a unconventional manner.

    Salt and Rot consists of four distinct songs, each of them has its own peculiarities and features, which makes the album progress something interesting and even challenging.

    The opening “Complaint” delivers a downbeat rhythm that introduces the tone that will prevail during the album. As well as an invocation, the band is predominantly instrumental with ritualistic tribal rhythms and chants that manifest in some excerpts of the song. “From Hounds to Silent Skies” features an atmosphere with a certain density, the vocals’ variations introduce some horrifying vociferation. The instrumental develops with a growing rhythm, crisp guitar arrangements gain prominence as well as the overwhelming drums. In its final part, the track becomes even more gloomy and reincorporates a ritualistic connotation, highlighting the whispers made by the vocal and the morbid and occult mood that take account of the song, occurring an intensification of both the heaviness and the aggressiveness that the band possesses.

    Already halfway through the disc, we have “The Peak is our Threshold”, a song filled with experimental and noise features, maintaining the distortions found at the end of the previous track. The drums complement the instrumental in the final part, again introducing a tribal rhythm. The outcome occurs with “Conscious Disease”, my favourite of the album. Initially kind of lilting, the focus toggles between narrated vocals and samples that are inserted in the first minutes of the track. The band triggers a series of intense and heavy rhythms, the vocals become one of the main highlights providing breathtaking duets. Impacting riffs and a massive atmosphere that will become even more dense and macabre while forwarding to its outcome, bringing features of some names of the sludge/post-metal in a more grotesque version.

    Salt and Rot is not an album that I would frame as common, God Root has a singular way of how it develops its music and that is proven in the course of the album. If you look for a heavy and unconventional album, it’s worth checking out Salt and Rot.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s