Norska – Too Many Winters

a2487910299_16

Normalmente associada ao YOB por contar com a participação do baixista Aaron Rieseberg, a Norska vai mais além deste ponto inicial atrativo e entrega aos amantes do Doom e Sludge uma sonoridade poderosa. A banda lança material de forma esporádica e retornou com um novo álbum de estúdio, o Too Many Winters, após 3 anos desde seus último lançamento oficial.

Demonstrando total progresso e uma vontade que impede que a banda fica estagnada na mesma proposta, Too Many Winters possui efeito imediato, somos acertados em cheio logo nas duas primeiras faixas do álbum. “Samhain” e “Eostre” não desperdiçam um segundo sequer, introduzindo uma série de ritmos agressivos numa intensidade similar à de uma avalanche. Os vocais, que são um dos pontos de destaque em todo álbum, já entregam participações marcantes, emanando toda fúria possível.

O ponto de “virada” do álbum ocorre na faixa título. Seu início abrupto e violento segue a estética apresentada nas duas primeiras faixas do álbum, mas incorpora ritmos mais cadenciados e progressões bem executadas. O clima se torna ainda mais sombrio e as faixas também ganham mais atmosfera, os vocais passam a atuar em tons mais variados e sempre que atuam em conjunto apresentam uma dinâmica mais poderosa. Tanto “This Is Why We Can’t Have Nice Things” e “Fire Patience Backbone” incorporam essas características, se diferenciado na forma mais intensa e pesada que “Fire Patience Backbone” adota desde os primeiros instantes. E ainda temos o belo interlúdio “Wave of Regrets”, situada entre as duas faixas citadas anteriormente.

Too Many Winters se destaca com facilidade entre os lançamentos do gênero graças à forte identidade que tanto a banda como sua música possuem. Um álbum definitivamente recomendado para aqueles que procuram por música pesada, bem trampada e com uma produção de alto nível.

Anúncios

Uma opinião sobre “Norska – Too Many Winters”

  1. ALBUM REVIEW: NORSKA – TOO MANY WINTERS

    Usually associated with YOB for counting with the bassist Aaron Reisenberg, Norska goes beyond this attractive starting point and delivers to the lovers of doom and sludge a powerful sound. The band releases material sporadically and returned with a new studio album, Too Many winters, after 3 years since their last official release.

    Demonstrating total progress and a willingness that prevents the band from stagnating in the same proposal, Too Many Winters has immediate effect, we are hit in full right on the first two tracks of the album. “Samhain” and “Eostre” do not waste a second even, introducing a series of aggressive rhythms in an intensity similar to an avalanche. The vocals, which are one of the highlight points, already deliver outstanding stakes emanating every fury as possible.

    The turning point of the album takes place in the title track. Its abrupt and violent onset follows the aesthetics presented in the first two tracks of the album, but it incorporates slower paces and well-executed progressions. The mood becomes gloomier and the songs also become more atmospheric, the vocals play in more varied tones and whenever they act together they present a powerful dynamic. Both “This is why we can’t have nice things” and “Fire Patience Backbone” incorporate these features, differentiated in the most intense and heavy form that “Fire Patience Backbone” adopted from its earliest moments. And we still have the beautiful interlude “Wave of Regret”, situated between the two previously quoted tracks.

    Too Many Winters easily excels among the genre’s releases thanks to the strong identity that both the band and their music possess. An album definitely recommended for those looking for heavy and well worked music d with a high-level production.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s