Witchcryer – Cry Witch

a2192828751_16

Facebook / Bandcamp

Assim como anunciado pela própria banda, a Witchcryer resgata o espírito de bandas como Black Sabbath e Witchfinder General, algo que por si só já seria motivo suficiente para me fazer escutar o recém lançado debut Cry Witch. Mas durante a execução do álbum, você instantaneamente percebe que há mais na música da banda do que apenas essa alma retrô.

As características principais de Cry Witch são bastante conhecidas e se você gostar do Doom Tradicional e da NWOBHM, certamente vai apreciar cada faixa do álbum. O primeiro ponto de destaque vai para a vocalista Suzi Bravo, dona de uma voz poderosa e que firma sua presença de forma marcante em todos os momentos em que é requisitada.

Já na parte instrumental, a qualidade encontrada também merece ser ressaltada, o trio formado por Jason Muxlow (guitarra, synths), Marilyn (baixo) e Montezuma (bateria, backing vocal), entrega composições fortes e bem estruturadas, alternando entre peso e passagens mais melódicas com bastante harmonia. Em um momento você está preso no ritmo vibrante de “Cry Witch” e em outro se pega hipnotizado pelos belos arranjos encontrados na metade final de “Ma Kali”.

Há espaço tanto para canções mais imediatas e diretas como “Ricochet” e “For the Slaves”, o tom obscuro e ritmo arrastado de “The Preying Kind”, além daquelas que dominam sua mente logo na primeira audição como “Great Divide” e “Lapis Philosophorum”, esta última uma balada folk incrivelmente bela e tocante, na qual Suzy entrega uma de suas melhores performances no álbum. E ainda há um cover da faixa homônima do Witchfinder General, que honra com todos os méritos a versão original.

Cry Witch é inteiramente recomendável para os fãs do Doom Metal Old School, e sem dúvidas, um dos melhores lançamentos do mês de Maio.

 

(translation in the comments)

Anúncios

Uma opinião sobre “Witchcryer – Cry Witch”

  1. As announced by the band itself, Witchcryer rescues the spirit of bands such as Black Sabbath and Witchfinder General, something that by itself would be reason enough to make me listen to the recently released debut Cry Witch. But during the execution of the album, you instantly realize that there’s more in the band’s music than just this retro soul.

    The main characteristics of Cry Witch are fairly well known and if you like traditional Doom and NWOBHM, you will certainly enjoy every track on the album. The first point to highlight goes to the lead singer Suzi Bravo, owner of a powerful voice and that made her presence so striking at all times it’s requested.

    Already in the instrumental part, the quality found also deserves to be highlighted, the trio formed by Jason Muxlow (guitar, synths), Marilyn (bass) and Javi Montezuma (drums, backing vocals), delivers strong and well structured compositions, alternating between heavy and melodic passages with enough harmony. In one moment you’re stuck in the rhythm of “Cry Witch” and in another will get mesmerized by the beautiful arrangements found in mid end of “Ma Kali.”

    There is place for immediate and direct songs as “Ricochet” and “For the Slaves,” the dark tone and dragged pace of The Preying Kind”, besides the ones that dominate your mind at first hearing as “Great Divide” and “Lapis Philosophorum’, this latest a beautiful and touching folk ballad, in which Suzy delivers one of her best performances on the album. And there’s still a cover of the homonymous track from Witchfinder General, who honor with all the merits the original version.

    Cry Witch is wholly recommended to Doom Metal Old School fans and without doubt, one of the best releases of the month.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s