Kingnomad – Mapping the Inner Void 

Facebook

Ripple Music

A Kingnomad uma daquelas bandas que reforçam como a cena do Stoner & Doom sueca está sempre bem representada. Formada no ano de 2014, a banda lançou no dia 19 de Fevereiro seu álbum debut intitulado Mapping the Inner Void, no qual apresenta uma música que combina o Doom Metal tradicional e o Stoner Rock clássico entre outras influências.

Pense em uma música transitando por sonoridades encontradas em bandas como Black Sabbath, Uncle Acid & the Deadbeats, Ghost e nomes do Occult Rock setentista, responsáveis por melodias contagiantes em todas as sete faixas presentes no álbum. Há também elementos do Rock Psicodélico e do Blues Rock para complementar esta mistura de sonoridades proposta pela Kingnomad.

Uma das coisas que mais me agradaram em Mapping the Inner Void, é o fato de que a cada nova audição o álbum se torna mais viciante e os diversos detalhes presentes em cada uma das faixas se revelam e reforçam a qualidade que ele possui. E não importa qual será o tom ou a abordagem principal seguido pela banda, a Kingnomad se mostra eficaz  em ambas. Seja seguindo a linha tradicional do Doom nas faixas “The Green Meadow Part 1 & 2″ e “The Waiting Game“, entregando doses de lisergia e um Blues Rock vibrante na ótima “The Witches Garden“, ou nos envolvendo no ritmo agradável da “Nameless Cult“, a banda sempre entrega uma performance dedicada.

Balanceado e bem executado, Mapping the Inner Void é particularmente um álbum que eu irei revisitar várias e várias vezes. Sua dinâmica diversificada a abordagem de fácil assimilação o colocam como um dos grandes lançamentos do ano.

——————————

Kingnomad is one of those bands that reinforces the fact of the Swedish Stoner & Doom scenes are very well represented. The band formed in 2014, released on February 19th their debut album titled Mapping the Inner Void, presenting a combination between Traditional Doom Metal with the classic Stoner Rock among other influences.

Think in a type of music transiting by elements found in bands like Black Sabbath, Uncle Acid & the Deadbeats, Ghost and some bands from the 70s Occult Rock, responsible for captivating melodies in all seven tracks present in the album. And it’s not over yet, there are also elements coming from Blues Rock and Psychedelic Rock to complement this mix of sounds made by the band.

One of the things that I liked the most about Mapping the Inner Void is the fact that at each new listening the album it became more addicting and the several details present in each one of the tracks are revelated and reinforces the quality found throughout the album. And doesn’t matter how will be the main tone or approach followed by the band, Kingnomad is efficient making all of them. This can be following the Traditionall Doom Metal line like the tracks “The Green Meadow Part 1 & 2” and “The Waiting Game”, delivering doses of lisergy and a vibrating Blues Rock on the great “The Witches Garden”, or involving us on the pleasant rhythm of “Nameless Cult” and its hazy vocals, the band always delivers a dedicated performance.

Balanced and well executed, Mapping the Inner Void particularly is an album that can’t go unnoticed. The diversified dynamic and quickly assimilation approach put it as one of the greatest albums of the year until the moment.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s