Darsombra – Polyvision

Padrão

TL102-2 Darsombra - Polyvision Cover Art

FacebookFacebook / Bandcamp

Translation Loss Records

Seguir pelo caminho mais experimental da música é algo atrativo, a possibilidade de fugir do convencional, introduzir diversos elementos e combinar sonoridades adversas é algo que pode gerar resultados interessantes. Assim ocorre com o duo americano Darsombra, criado em 2004 na cidade de Baltimore por Brian Daniloski e Ann Everton, a banda sempre buscou nessas experimentações se reinventar e evoluir a cada álbum.

Polyvision é o mais recente deles, lançado em Setembro do ano passado pela Translation Loss Records, o álbum ganhará uma edição em vinil no mês de Abril. Polyvision é composto por duas faixas extensas, ambas ultrapassam os 20 minutos de duração, nos quais a banda explora o Drone, Psicodélico, Space e Experimental. A música feita pela Darsombra é sempre significativa, tornando o que deveria ser uma simples audição em uma jornada pela diversidade musical que o duo apresenta do início ao fim.

polyvision promo poster 12x12x300dpi

“Underworld” e “From Insects…To Aliens (The Worms Turn)” possuem semelhanças e contrastes significativos. Enquanto “Underworld” possui uma instrumentação marcada pela o uso constante dos synths e uma atmosfera mais colorida, “From Insects…To Aliens (The Worms Turn)” caminha pelo Drone repleto de distorções e um instrumental mais denso antes de mergulhar de vez em uma atmosfera space completamente imersiva. A participação do vocal é curta, porém interessante. Curiosamente eles estão presentes logo na abertura do álbum e em seu encerramento, a longa jornada oferecida pela Darsombra te leva à diferentes aspectos e sensações dentro de sua música singular e experimental, e por fim, nos transporta de volta para onde tudo começou.

A música feita pela Darsombra não tem aquele apelo comercial e nem mesmo é algo de fácil assimilação. Brian e Ann criam escapes sonoros expressivos mas que necessitam de tempo e entrega por parte do ouvinte, e principalmente sintonia. Uma vez que você entender a proposta da banda, basta dar play e deixar sua mente cuidar do restante.

Tracklist:

01 – Underworld
02 – From Insects…To Aliens (The Worms Turn)

Anúncios

Um comentário sobre “Darsombra – Polyvision

  1. To follow the most experimental path of music is attractive, the possibility of escaping from the conventional, introducing several elements and combining adverse sounds is something that can generate interesting results. This is what happens with the american duo Darsombra, created in 2004 in Baltimore by Brian Daniloski and Ann Everton, the band has always sought in these experiments to reinvent and evolve at each album.

    Polyvision is the latest of them, released in September from the last year by Translation Loss Records, the album will win a vinyl edition in April. Polyvision consists of two lengthy tracks, both exceed the 20 minute length, in which the band explores Drone, Psychedelic, Space and Experimental. The music made by Darsombra is always significant, making what should be a simple hearing in a journey by the musical diversity that the duo presents from the beginning to the end.

    “Underworld” and “From Insects … To Aliens (The Worms Turn)” have similarities and contrasts. While “Underworld” features an instrumentation marked by the constant use of synths and a colorful atmosphere, “From Insects … To Aliens (The Worms Turn)” walks through the Drone”s distortion before going completely into an immersive space atmosphere. The vocal participation is short but interesting, curiously being present at the opening of the album as well as in its closing, the long journey offered by Darsombra takes you to different aspects and sensations within its singular and experimental music, and finally, it transports you back to where it all began.

    Darsombra’s music does not have that commercial appeal and is not something easy to assimilate. Brian and Ann create expressive and ambiguous soundescapes which demands time and delivery from the listener, and mainly harmony. Once you understand the band’s proposal, just press the play button and let your mind take care of the rest.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s