Spaceslug – Time Travel Dilemma

Padrão

a0426900142_16

Facebook / Bandcamp

Se com Lemanis a Spaceslug demonstrou de uma maneira clara qual foi o seu propósito e conseguiu se destacar entre os diversos lançamentos do ano e figurar entre listas importantes de melhores álbuns do ano, com o recém lançado Time Travel Dilemma a banda demonstra que está apta a repetir a dose.

Time Travel Dilemma mantém o que havia de melhor em Lemanis e consegue evoluir em certos aspectos que transformam o álbum em algo superior e mais massivo. As progressões aqui são muito bem realizadas e conseguem transpor cada camada existente na música da Spaceslug, assim como tornam ainda mais imersivo o tipo de som feito pela banda. As faixas conseguem apresentar uma distinção apesar do fato de todas beberem da mesma essência, sem se desviar do plano principal.

Se cada vez mais a esfera do Space Doom tem se tornado notória por apresentar lançamentos que fogem da falta de inspiração e são capazes de apresentar uma sonoridade com a qual se vale a pena passar horas e mais horas imerso na sonoridade, a Spaceslug vem se reafirmar como um dos principais nomes do gênero na atualidade. Entre os diversos e ótimos riffs encontrados ao longo do álbum, a banda também demonstra capacidade em criar melodias mais sutis e que funcionam como um ponto de ligação entre as passagens mais intensificadas e pesadas, como na ótima “Living The Eternal Now”.

Os vocais são de outro mundo (e não poderia ser diferente), como um grupo de eremitas de outra galáxia profetizando uma série de histórias que renderiam um bom sci fi, se destacando pelos duetos incríveis e que em muitos momentos se tornam notáveis por apresentar vocais distintos, como na épica jornada psicodélica “Parahorizon”, minha favorita do álbum. No geral todas as faixas tem algo para oferecer e não pecam pela falta de qualidade, dessa forma “Osiris”, “The Great Pylon Collider” e o breve interlúdio místico “What Falls Is Fallen” tem o necessário para te manter imerso na atmosfera do álbum. O desfecho apresenta uma das melhores e mais contagiantes composições do álbum, a faixa título representa uma odisséia épica pela universo musical da Spaceslug. Riffs pesados, vocais que se misturam com extrema facilidade pelo instrumental cósmico da banda, mas se mantém notáveis em cada participação, enquanto o trio cria uma atmosfera envolvente que se tornou o ponto chave em Lemanis e se mostra ainda mais efetivo em Time Travel Dilemma.

Certamente um dos grandes lançamentos do ano e que vai figurar em diversas listas de melhores álbuns, reforçando a grande fase que o grupo polonês vivencia, que apesar do curto período entre o lançamento dos dois álbuns foi capaz de dar um passo à frente. Por hora, o ideal é deixar sua mente transitar pelos ritmos e atmosferas únicos contidos nestes seis mantras cósmicos feitos pela Spaceslug.

Tracklist:
01 – Osiris
02 – Living The Eternal Now
03 – The Great Pylon Collider
04 – Parahorizon
05 – What Falls Is Fallen
06 – Time Travel Dilemma

Anúncios

Um comentário sobre “Spaceslug – Time Travel Dilemma

  1. If with Lemanis, Spaceslug clearly demonstrated its purpose and was able to stand out among the various releases of the year and to appear among important best albums of the year lists, with the recently released Time Travel Dilemma the band demonstrates that it’s able to repeat the dose.

    Time Travel Dilemma maintains the best of Lemanis and manages to evolve in certain aspects that make the album something bigger and more massive. The progressions here are very well done and manage to transpose every layer in Spaceslug’s music, as well as make even more immersive the type of sound made by the band. The tracks can make a distinction despite the fact that they all drink of the same essence, without deviating from the main plan of the band.

    If the Space Doom sphere has become notorious for presenting releases that escape from the lack of inspiration and are able to present a sonority that is worth spending hours and more hours immersed in the sound, Spaceslug comes to reaffirm as one of the main names of the genre today. Among the many great riffs found throughout the album, the band also demonstrates ability to create more subtle melodies and act as a point of connection between the intensified and heavy passages, as in the great “Living The Eternal Now”.

    The vocals are from another world (and could not be different) and sound as a group of hermits from another galaxy prophesying a series of stories that would render a good sci fi, standing out for the incredible duets and that in many moments became notable for presenting distinct tones as in the epic psychedelic journey “Parahorizon”, my favorite of the album. Overall, all the tracks on the album have something to offer and do not sin for lack of quality, so “Osiris”, “The Great Pylon Collider” and the brief mystical interlude “What Falls Is Fallen” has what it takes to keep you immersed in the album’s atmosphere. The ending features one of the best and most contagious compositions on the album, the title track represents an epic odyssey by the musical universe of Spaceslug. Heavy fuzzed riffs, vocals that blend with extreme ease through the band’s cosmic instrumental but remain remarkable in each turn, while the trio creates an engaging atmosphere that has become the key point in Lemanis and proves to be even more effective in Time Travel Dilemma.

    Certainly one of the great releases of the year and that will appear in several best albums lists, reinforcing the great phase that the Polish group experiences, that despite the short period between the release of the two albums was able to take a step forward. For the moment, the ideal is to let your mind go through the unique rhythms and atmospheres contained in these six cosmic mantras made by Spaceslug.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s