The Flight of Sleipnir – Skadi (2017)

a1433818607_16

Facebook / Bandcamp
Eisenwald Tonschmiede

Skadi é o sexto álbum de estúdio da banda americana The Flight of Sleipnir e foi lançado oficialmente no dia 20 de Janeiro sob o selo da Eisenwald Tonschmiede. Neste álbum em especial, a banda deixa de ser um duo e passa a contar com o baixista Dave Borrusch  e o guitarrista Justin Siegler em sua formação. Mudanças no line up mas não na qualidade apresentada pela banda e nem na sua capacidade de se reinventar buscando aprimorar o estilo próprio que demonstra desde seu primeiro álbum de estúdio, Skadi é na minha opinião o melhor álbum da banda até o momento e um dos grandes lançamentos desse início de ano.

O álbum conta com menos faixas que o habitual, se igualando ao número de faixas apresentadas em seu debut. Além disso, as composições longas permitem a banda realizar aquilo que para mim foi a grande virtude de Skadi, a melhor harmonia e construção encontrados nas faixas. Não que eu esteja reclamando da forma que a banda trabalhava sua música em outros trabalhos, mas anteriormente a banda normalmente distribuía sua sonoridade muitas vezes de forma separada, com algumas faixas seguindo mais a linha do Folk e outras em que ela reunia os elementos do Doom mais conhecidos de sua sonoridade. Em Skadi a banda consegue reunir todos esses elementos vindos do Folk, Doom, Prog e Black de uma forma coesa e muito bem organizada. Os primeiros passos foram dados no álbum anterior V, mas a forma como as composições se tornaram grandiosas em Skadi me impressiona.

Sem tentar se manter dentro de algo rotulável, a banda caminha por ritmos mais densos e atmosféricos, com passagens remetentes ao Folk muito bem inseridas e uma série de vocais que vão desde as linhas mais suaves e melódicas, aos berros ásperos e outros numa abordagem mais própria dos cânticos. A parte instrumental é muito bela e traz uma série de detalhes que prendem nossa atenção a cada instante do álbum. Outro ponto que me agradou é a forma como as cinco faixas do trabalho possuem um nível de qualidade semelhante, ao menos para mim não há uma faixa que fique abaixo do que foi apresentado ao longo do álbum. Apesar de ser uma tarefa difícil, escolho “Awaken” e “Earthen Shroud” como meus destaques do álbum. Ambas servem para exemplificar esse contraste entre as influências que a banda possui, trazendo o equilíbrio necessário mesmo tomando um ou outro estilo em especial como plano principal de cada faixa.

Além da arte espetacular que possui, Skadi é um álbum bem produzido e foge da convencionalidade apresentada por outros nomes do estilo. Trazendo um equilíbrio entre suas influências e contrastes muito significativos, Skadi consegue elevar os padrões construídos pela The Flight of Sleipnir ao longo de sua trajetória para algo mais transcendental.

Tracklist:
01 – Awaken
02 – Tenebrous Haze
03 – Earthen Shroud
04 -Voices
05 – Falcon White

 

(translation in the comments)

Anúncios

Um comentário em “The Flight of Sleipnir – Skadi (2017)

Adicione o seu

  1. Skadi is the sixth studio album by the american band The Flight of Sleipnir and was officially released on January 20 by the label Eisenwald Tonschmiede. On this particular album, the band ceases to be a duo and now features bassist Dave Borrusch and guitarist Justin Siegler in their lineup. Changes in line up but not in the quality presented by the band and nor in its ability to reinvent itself seeking to enhance the style itself that demonstrates since his first studio album, Skadi is in my opinion the best album of the band and one of the great releases of this year so far.

    The album features less tracks than usual, matching the number of tracks featured on its debut. In addition, the long compositions allow the band to perform what for me was the great virtue of Skadi, the best harmony and construction found in the tracks. Not that I’m complaining about how the band worked on their music in other albums, but previously the band usually distributed their sound many times in a separate way, with some tracks following the Folk line and others in which it gathered the elements of Doom best known for their sonority. In Skadi the band manages to gather all these elements from Folk, Doom, Prog and Black in a cohesive and very well organized way. The first steps were taken on the previous album V, but the way the compositions became great in Skadi impresses me.

    Without trying to stay within something that can be labeled, the band walks through denser, atmospheric rhythms, with well-inserted Folk passages and a series of vocals ranging from the softer, melodic lines to the harsh screams and also some hypnotic chants. The instrumental part is very beautiful and brings a series of details that hold our attention every moment of the album. Another point that pleased me is how the five tracks of the work have a similar level of quality, at least for me there is not a track that is below what was presented throughout the album. Although it is a difficult task, I choose “Awaken” and “Earthen Shroud” as my highlights of the album. Both serve to exemplify this contrast between the influences that the band has, bringing the necessary balance even taking one or another style in particular as the main plane of each track.

    In addition to the spectacular artwork it owns, Skadi is a well-produced album and runs away from the conventionality presented by other names of the style. Bringing a balance between its influences and very significant contrasts, Skadi manages to raise the standards built by The Flight of Sleipnir along its path to something more transcendental.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: