Destaques de Dezembro

Padrão

Chegou a hora de levar até a vocês os lançamentos do mês de Dezembro que mais me agradaram e eu gostaria de recomendá-los para vocês. Como de costume, ressalto que os álbuns incluídos reflectem apenas meu gosto pessoal dentro dos álbuns que tive a oportunidade de escutar, então obviamente um ou outro álbum vão ficar de fora. Também não estão incluídos álbuns que foram ou serão resenhados e nem aqueles que participaram da nossa lista de favoritos do ano, a ideia é dar espaço para que outras bandas possam ter seus materiais divulgados. Então sem mais enrolação, eis os meus destaques do mês de Dezembro:

Elbrus – Elbrus

a0316250822_16

Stoner / Blues / Psych / Doom
Austrália
Facebook / Bandcamp 
Kozmik Artifactz

Estava nos meus planos fazer uma resenha individual deste álbum, o debut da banda australiana Elbrus possui uma sonoridade tocante e suave, entregando uma série de belas melodias ao longo das sete faixas do álbum. Os vocais são formidáveis e condizem bem com a sensação passada pelo instrumental. A maneira como a banda parte do clima calmo existe nas faixas para um explosão de ritmos envolventes é notável, trazendo uma balanço bem organizado entre as sonoridades que a banda utiliza para criar sua música. Destaque para a pesada ‘Eyes of the Mammal’ e o combo ‘Far Awayand Into the Space’ partes 1 e 2.

Child – Blueside

a0354531727_16

Stoner Rock / Blues
Austrália
Facebook / Bandcamp
Kozmik Artifactz

É bem provável que você tenha visto alguém compartilhando este álbum ou falando dele em algum momento do mês. A expectativa em torno do novo álbum da banda australiana Child foi recompensada com 5 ótimas faixas para os apreciadores do Stoner Rock. A banda aposta em uma fórmula já conhecida e não vai soar como uma novidade para muitos, mas é inegável a qualidade do álbum e a capacidade da banda em criar uma música de alto nível. Uma produção incrível e melodias que vão ficar na sua mente por semanas, meu destaque vai par a faixa ‘The Man’.

Blacksmoker – Rupture

a1993213711_16

 Stoner / Sludge Metal
Alemanha
Facebook / Bandcamp

Seus ouvidos não serão poupados pela pancadaria contida neste álbum! Rupture é agressivo, sujo e num ritmo frenético ininterrupto. É até complicado para algumas bandas manter o nível sem criar algumas variações durante o álbum, mas no caso da Blacksmoker a banda segue numa abordagem pesada e intensa com bastante naturalidade, que ao menos para mim, não se tornou algo cansativo após algumas faixas. Foi justamente o contrário, a cada nova faixa eu me sentia mais sedento por outra dose letal da sonoridade repleta de adrenalina da banda e ela entrega isso sem enrolação! ‘Ouroboros 68’ é a minha favorita do disco.

Spacegoat – Superstition

a1689701962_16

Psychedelic / Stoner / Blues / Doom
México
Facebook / Bandcamp

Assim como outras bandas mexicanas que lançaram material em 2016, a Spacegoat não deixa a desejar em qualidade e entrega um trabalho empolgante, promovendo um mix bem realizado entre Doom, Stoner, Psych e Rock Clássico. São 10 faixas no álbum e cada uma delas tem o necessário para te conquistar, um desfile de ritmos contagiantes e chapantes feito de uma forma bem executada. Destaque para a vocalista Gina Rios, dona de uma voz ideal para esse tipo de sonoridade e demonstra muita versatilidade e potencial ao longo do trabalho.

Kinglord – Kinglord [EP]

a0399839721_16

Stoner / Doom
Suécia
Facebook / Bandcamp

São apenas 3 faixas, mas a banda sueca Kinglord consegue demonstrar que é mais um nome para se acompanhar de perto pois pode nos surpreender no futuro. A sonoridade da banda traz riffs densos e pesados ao melhor estilo de seus compatriotas Monolord e Spelljammer, além de uma abordagem vocal seguindo a linha Épica encontrada no Candlemass.

Lord Woland – Below

a3602329740_16

Stoner / Doom / Psych
Itália
Facebook / Bandcamp
Mother Fuzzer Records

Como de costume a Itália nos brinda com mais uma banda de qualidade, a Lord Woland traz influências de nomes clássicos como Sleep e Black Sabbath em sua música, seguindo uma abordagem repleta de fuzz, groove e uma série de elementos de bandas do Hard Rock e Psych dos anos 70. Entre uma faixa e outra, a banda entrega riffs pesados e um tom mais sombrio, mas também apresenta ritmos mais vibrantes e que contagiam o ouvinte em poucos instantes. São apenas 5 faixas, mas já deu para perceber que a banda está no caminho certo. Destaque para a ótima abertura ‘Abra Cabala’.

Albinö Rhino – Upholder

a3006760850_10

Psych / Stoner / Doom
Finlândia
Facebook / Bandcamp

Apresentando uma sonoridade que transita por características de nomes como Sungrazer, Colour Haze e Toner Low, a banda finlandesa Albinö Rhino entregou aos ouvintes no mês de Dezembro uma experiência sonora massiva e bela. Duas longas faixas que trazem o peso característico do Stoner / Doom em combinação com uma série de escapes psicodélicos muito bem encaixados e desenvolvidos de uma forma bem convincente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s