Mini-Reviews #2: Goliathan, Pulpo Negro, Baby Woodrose & Blind Samson

Padrão

Goliathan – XLVII

a0355447558_16
Sludge / Doom
Itália (Italy)
Facebook / Bandcamp

O debut da banda italiana Goliathan é um registro indispensável para os seguidores do estilo e uma manifestação bem honesta de como criar uma sonoridade sombria, pesada e direta. O álbum lançado em 18 de Julho apresenta 4 longas faixas que fluem naturalmente e tem um efeito imediato, os riffs pesados e estrondosos em combinação com guitarras num tom mais tenebroso, criam uma atmosfera bem interessante, conduzida por um clima frio através do instrumental arrastado e com breves escapes de mais intensidade. Destaque para a faixa Cradle of Insanity, que apresenta uma performance empolgante de todos os membros do Goliathan, apresentando muito peso e um intrumental carregado, com leves inserções de um tom psicodélico sombrio em alguns instantes da faixa.

=====

The debut of the Italian band Goliathan is an indispensable record for the style followers and a very honest demonstration of how to create a dark heavy and direct sound. The album released on July 18 features 4 long tracks,  flowing naturally and has an immediate effect, heavy and thunderous riffs in combination with guitars in a most gloomy tone, create an interesting atmosphere, driven by a cold climate through the dragged instrumental and with brief escapes of more intensity. Especially the track “Cradle of Insanity”, which has a breathtaking performance of all members of Goliathan, with a lot of weight and a loaded intrumental  with gentle inserts of a dark psychedelic tone in some moments of the track.

.

Pulpo Negro – El Arte de Matar
a0873909099_16
Stoner  / Southern
Argentina
Facebook / Bandcamp
South American Sludge Records

El Arte de Matar foi lançado no dia 4 de Abril e é um dos releases que eu gostaria de ter adicionado ao blog antes, mas que obviamente não poderia deixar passar despercebido. A banda argentina sabe como trabalhar uma sonoridade que alterna entre ritmos intensos, rápidos, pesados e cheios de energia, como é apresentado nas faixas “Pantano” e “Hordas”, faixas nas quais o ritmo frenético imposto pela banda não dá trégua ao ouvinte em nenhum momento, sempre apresentando vocais marcantes, ótimos riffs e um instrumental repleto de fúria. Já em faixas “Nomade” e “Cosechando Tormentas”, a banda dimunui um pouquinho no ritmo e traz uma sonoridade mais arrastada que o comum apresentado no álbum, com ótimas levadas e influências do Southern e uma pegada mais Doomy, mostrando todo repertório capaz de ser criado pela banda neste registro interessante.

=====

El Arte de Matar was released on April 4 and is one of the releases I’d like to have added to the blog before, but obviously could not pass unnoticed. The argentine band knows how to work a sound that alternates between rhythms more intense, fast, heavy and full of energy, as shown in the tracks “Pantano” and “Hordes”, tracks in which the frenetic pace set by the band does not lull the listener in no time, always featuring outstanding vocals, great riffs and an instrumental full of fury. While in the tracks “Nomade” and “Cosechando Storms,” the band decreases a little the rhythm and brings a more slurred sound than ordinary presented on the album, with taken influences from Southern and more Doomy footprint, showing the entire repertoire created by the band in this interesting record.

.

Baby Woodrose – Freedom
a0790055026_16
Stoner / Psych / Garage Rock
Dinamarca (Denmark)
Bandcamp
Bad Afro Records

Freedom é o sétimo álbum da banda dinamarquesa Baby Woodrose, lançado no dia 16 de Setembro. As expressões de ideias  no instrumental da banda criadas pelo seu mentor Lorenzo Woodrose, mostram a força e criatividade de uma banda com muita história e bagagem adquiridas ao longo dos anos, motivos que justificam o respeito e a admiração que a banda possui em seu país natal. Entre riffs grandiosos, instrumental bem trabalhado e com boas doses de lisergia, além dos vocais sempre eficientes e marcantes de Lorenzo, Freedom oferece ao ouvinte uma experiência proveitosa através das 9 faixas que compõe o registro. Trazendo desde melodias mais belas, precisamente executadas e arranjos mais suaves como na faixa Peace, à faixas de ritmo mais forte e conduzidas por um instrumental mais dinâmico e direto como em Mind Control Machine, Lorenzo e sua Baby Woodrose entregam mais um álbum bem executado e altamente recomendável para os apreciadores do gênero.

=====

“Freedom” is the seventh album by danish band Baby Woodrose, released on 16 September. The expressions of ideas of the band created by his mentor Lorenzo Woodrose, show the strength and creativity of a band with a lot of history and baggage acquired over the years, reasons for the respect and admiration that the band has in his home country. Among grandiose riffs, instrumental well worked and with good doses of lisergia, besides the vocals always efficient and striking of Lorenzo, Freedom offers the listener a fruitful experience through the nine tracks that make up the record. Bringing since most beautiful, precisely executed melodies and smoother arrangements like the track “Peace”, or the stronger rhythm and driven by a more dynamic and direct instrumental as “Mind Control Machine”, Lorenzo and his Baby Woodrose deliver another album well executed and highly recommended for lovers of the genre.

.

Blind Samson – Second Death
a1801592592_16
Sludge / Doom
Estados Unidos (United States)
Facebook / Bandcamp

Second Death foi lançado em 25 de Junho e foi o meu primeiro contato com a Blind Samson. Esse é um tipo de som em que a visão do idealizador e responsável por toda sonoridade caótica e pesada apresentada nesse registro, segue uma linha tênue dentro das principais características do estilo, fazendo com que aqueles que já anseiam por mais bandas e álbuns nessa pegada encontrem uma sonoridade familiar, mas com novas perspectivas a serem exploradas dentro da música da Blind Samson. Dito isso, prepare-se para uma sonoridade impactante, trazendo uma série de riffs pesados, agressivos e sujos, com um instrumental esmagador e o vocal incansável que despeja uma série de versos furiosos ao longo das faixas. Destaque para “All For Naught”.

=====

Second Death was released on June 25 and it was my first contact with Blind Samson. This is a type of sound in which the founder’s vision and responsible for all chaotic and heavy music presented in this record, follows a fine line within the main features of the style, making those who already yearn for more bands and albums in that footprint, find a familiar sound but with new perspectives to be explored in the music of Blind Samson. That said, get ready for an impressive sound, bringing a series of heavy aggressive and dirty riffs, with a crushing instrumental and a powerful vocal turning out a series of furious verses  along the tracks. Highlight for “All For Naught”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s