Haast’s Eagled – II: For Mankind

Haast’s Eagled – II: For Mankind

Stoner / Doom
Reino Unido (United Kingdom)
Facebook / Bandcamp

Haast’s Eagled é uma banda que ainda não desfruta de uma popularidade maior, apesar de demonstrar um grande potencial e uma qualidade notável em sua música. O segundo álbum intitulado II: For Mankind, pode ser aquilo que faltava para impulsionar a banda e atingir um novo público. Lançado em 27 de Maio, o trabalho traz uma sonoridade de atmosfera densa, faixas com composições bem estruturadas e com uma duração extensa, o que permite a banda conduzir o ouvinte por uma jornada agradável pelo seu som pesado. A banda possui alguns elementos que podem trazer à memória o nome dos titãs do YOB, mas isso tratam-se apenas de influências e abordagens parecidas.

Pyazz Bonghi abre o álbum de maneira excepcional, já distribuindo uma série de riffs raivosos e pesados, sendo muito bem acompanhado instrumental carregado, potente e intenso. Os vocais se dividem entre alguns que atingem um tom mais agudo e outros que fazem uma abordagem mais dentro do gutural. A banda sabe como trabalhar bem os ritmos ao longo dos 12 minutos da faixas, o momento certo de dar uma cadenciada e logo após, retomar todo peso e intensidade possível, além de inserir elementos que acentuam o tom psicodélico em partes do instrumental, e outros que trabalham um clima mais introspectivo e levemente melancólico, o que ocorre na metade final da faixa através de um instrumental limpo, leve e bem tocante. A construção e evolução da faixa é impecável, encerrando de forma fulminante através da boa combinação entre peso, belas melodias e um performance de qualidade dos vocais.

The Uncle já começa descarregando o estoque de riffs da bandas, numa pegada sônica bem administrada e trazendo outra boa alternância entre os vocais. A banda promove uma quebra no ritmo que vinha sendo apresentado atráves de uma combinação letal entre uma linha de baixo caprichada e um solo de guitarra cheio de harmonia e psicodelismo. Novamente a banda conduz o ouvinte de maneira firme e bem trabalhada ao longo da faixa, sem abrir espaço para algum erro.

Zoltar é uma jornada épica promovida pela Haast’s Eagled, a faixa mais extensa do álbum que se estende por quase 20 minutos, nos deixando imersos dentro de uma atmosfera profunda. Nesse ponto do álbum já fica evidente para o ouvinte a capacidade da banda de construir faixas bem estruturadas e como elas possuem evoluções surpreendentes e de forma organizada. Os primeiro minutos da faixa seguem um ritmo padrão e quase que monolítico, onde a banda aposta num instrumental cadenciado e sutilmente detalhado, como a inserção do teclado e os cânticos sombrios. A faixa progride, o tom vocal muda para um tom mais limpo, soando como se viesse de um lugar distante, enquanto o instrumental se mantém cadenciado. Por volta de 10 minutos decorridos da faixas, a Haast’s Eagled impõe todo seu instrumental pesado numa abordagem direta, bem organizada e com uma carga emocional notável. Os instante finais trazem uma série de alternâncias de ritmos, desde o instrumental esmagador em alto e bom som, até uma bela passagem conduzida por teclado, saxofone e uma leve percussão, antes de encerrar-se de forma fulminante e explosiva.

White Dwarf apresenta um ritmo inicial cadenciado e com uma atmosfera levemente sombria, conduzida por um instrumental leve e vocais limpos. A banda novamente transita entre momentos mais calmos e o instrumental pesado, nessa faixa incluindo um ritmo de uma abordagem mais mântrica e altamente reflexiva. Os vocais adotam um tom mais melancólico nas partes mais pesadas da faixa, trazendo um efeito mais tocante quando se apresentam em coro. O desfecho acontece através de um leve interlúdio acústico, trazendo a calmaria após toda densidade esmagadora criada pela banda

II: For Mankind é um álbum que deve ser escutado com calma e atenção, não é uma sonoridade fácil de se assimilar logo na primeira audição do álbum, mas que evolui positivamente a medida que você vai conhecendo melhor a ideia contida por trás da música da Haast’s Eagled. Empolgante e bem executado, um álbum que eu não poderia deixar passar despercebido por aqui.

=====

Haast’s Eagled is a band that has not enjoying a greater popularity yet, despite showing great potential and a remarkable quality in his music. The second album entitled II: For Mankind, may be what was needed to boost the band and reach a new audience. Released on 27 May, the work brings a sound with dense atmosphere, well-structured compositions and with a long duration, allowing the band to lead the listener for a pleasant journey for their heavy sound. The band has some elements that may bring to mind the name of the titans of YOB, but tthese are only influences and similar approaches.

 Pyazz Bonghi opens the album in an exceptional way, already distributing a series of angry heavy riffs, being accompanied by a very powerful intense instrumental. The vocals are divided among some that reach a higher pitch and others who make an approach more in the guttural style. The band knows how to work well the rhythms over the 12 minutes of the track, the right time to give a cadenced and soon after, resume full of intensity and weight as possible , insert elements that accentuate the psychedelic tone in parts of the instrument, and other working more introspective and slightly melancholy mood, which occurs in the final half of the track through a clean, light and well touching instrumental. The construction and evolution of the track is flawless, closing fulminant through the good compromise between weight, beautiful melodies and a performance with quality of the vocals.

The Uncle already begins unloading the stock of riffs, a well-managed sonic footprint and bringing another good alternation between the vocals. The band promotes a break in the rhythm that had been presented by a lethal combination of a neat bass line and a guitar solo full of harmony and psychedelia. Again the band leads the listener firmly and well crafted along the track without giving room for any errors.

Zoltar is an epic journey promoted by the Haast’s Eagled, the longest track on the album that spans nearly 20 minutes, leaving us immersed in a deep atmosphere. At this point of the album is already evident to the listener the ability of the band build well-structured tracks and how they have surprising developments and in an organized manner. the first minutes of the track follow a standard pace and almost monolithic, where the band bet an instrumental rhythmic and subtly detailed, such as the insertion of the keyboard and the dark chants. the track progresses, the vocal tone changes to a cleaner tone, sounding as if from a distant place while the instrument remains cadenced. About 10 minutes into the tracks, Haast’s Eagled impose all their heavy instruments in a direct approach , well organized and with remarkable emotional charge. The final moment bring a series of alternations of rhythms, from the crushing instrumental in loud and clear, to a beautiful walkway led by keyboard, saxophone and light percussion, before ending in fulminant and explsosive way.

White Dwarf has an initial cadenced rhythm and with a slightly gloomy atmosphere, driven by a light instrumental and clean vocals. The band again moves between quiet moments and heavy instrumental, in this track including a more mantric rhythm  and highly reflective approach. The vocals adopt a more melancholy tone in the heaviest parts of the track, bringing a more touching effect when they come along. The outcome happens through a light acoustic interlude, bringing calm after all overwhelming density created by the band

II: For Mankind is an album that should be listened calmly and with attention, it’s not an easy sound to assimilate at the first hearing the album, but that positively evolves as you will better know the idea contained behind the music from Haast’s Eagled. Exciting and well-executed, an album that I could not pass unnoticed here.

Tracklist:
01 – Pyazz Bhonghi
02 – The Uncle
03 – Zoltar
04 – White Dwarf

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: