Slomatics – Future Echo Returns

Padrão

Slomatics – Future Echo Returns

Sludge / Stoner / Space Doom
Reino Unido
Facebook / Bandcamp / Spotify
Black Bow Records

É sempre interessante poder acompanhar a trajetória de uma banda ao longo dos anos, sempre observando como ela se apresenta a cada álbum lançado. Eu comecei a fazer isso com a banda britânica Slomatics em 2011, na época a minha introdução ao som que faziam veio através do ótimo Split com o incrível Conan. 5 anos após meu primeiro contanto com a banda, me deparo com aquele que considero seu trabalho mais impressionante, sólido e melhor construído, o esmagador “Future Echo Returns”.

Lançado no dia 2 de Setembro pela Black Bow Records, o álbum é composto por 7 faixas de muita qualidade, onde a banda consegue desenvolver uma sonoridade combinando todo o peso característico dos trabalhos anteriores, com passagens psicodélicas bem tocantes. A Slomatics não é uma banda que apenas tenta fazer um som pesado e se notabiliza apenas por isso, é nítido a maneira como a banda segue uma abordagem mais ambiciosa e foi capaz de desenvolver uma sonoridade elaborada através de composições mais inspiradas. Em meio aos riffs pesados que são distribuídos sem moderação ao longo do álbum, a banda traz uma atmosfera vinda do Space / Psych Rock bem inserida na sonoridade, ao melhor estilo do clássico Hawkwind, sendo marcado pelo uso inteligente dos synths em meio ao instrumental sólido da banda. Future Echo Returns traz guitarras bem arrastadas, agradavelmente recebendo doses generosas de um fuzz marcante.

Entre os destaques do álbum começo pela segunda faixa “Electric Breath”, que já demonstra a capacidade da banda combinar uma sonoridade pesada com passagens psicodélicas e uma atmosfera cósmica. A bateria carregada é acompanhada pelos riffs esmagadores que seguem um ritmo arrastado, o uso do órgão reforça a atmosfera envolvente da faixa e o vocal tem um tom marcante. “Supernothing” tem um riff principal matador, a faixa é bem conduzida e segue um ritmo monolítoc estrondoso , marcada pelos vocais em coro com uma certa distorção. Minha favorita é a faixa que encerra o álbum, “Into the Eternal”. É a faixa mais longa de “Future Echo Returns” e em minha opnião, é a que apresenta o melhor processo de composição do álbum. A banda consegue desenvolver a faixa de uma maneira que impressiona, com o instrumental progredindo aos poucos e recebendo detalhes que transformam o resultado final numa das melhores faixas já criadas pelo Slomatics, soa como um Doom mântrico, uma jornada espiritual pelo cosmos sonoro da banda. Como se tudo o que foi experenciado ao longo do álbum te preparesse para esse momento em especial.

Future Echo Returns é o álbum mais acessível feito pelo Slomatics e o melhor da banda na minha opinião. Se você gosta de um som pesado, combinando o que há de mais interessante vindo do Sludge, Stoner, Doom e música psicodélica, esse álbum vai te agradar e merece ser escutado no volume máximo!

=====

It’s always interesting to follow the trajectory of a band over the years, always observing how it presents at each album released. I started doing this with the British band Slomatics in 2011, at the time my introduction to the sound they made came through the great Split with the incredible Conan. 5 years after my first contact with the band, I come across to what I find his more impressive, solid and better built work , the overwhelming “Future Echo Returns”.

Released on September 2 by Black Bow Records, the album consists of 7 tracks of great quality, where the band can develop a sound combining all the characteristic weight of previous work with well touching psychedelic passages. The Slomatics is not a band just trying to make a heavy sound and excels just so for it, is clear how the band follows a more ambitious approach and was able to build a sound developed through more inspired compositions. Amid the heavy riffs that are distributed without moderation throughout the album, the band brings an atmosphere coming from the Space / Psych Rock and inserted it in the sound, following the best classic style of Hawkwind, marked by intelligent use of synths amid  the solid instrumental of the band. Future Echo Returns brings well drawn guitars, pleasantly getting generous doses of a striking fuzz.

Among the highlights of the album I start with the second track “Electric Breath”, which already shows the band’s ability to combine a heavy sound with psychedelic passages and cosmic atmosphere. The charged battery is accompanied by crushing riffs following a dragging rhythm, the use of the organ reinforces the atmosphere surrounding the strip and has a marked vocal tone. “Supernothing” has a killer main riff, the track is well managed and follows a thunderous monolítoc rhythm, marked by the vocal chorus with a certain distortion. My favorite is the track that closes the album, “Into the Eternal.” It’s the longest track in “Future Echo Returns” and in my opnion, is the one with the best composition process of the calbum. The band can develop the range in a way that impresses with the instrumental progressing slowly and getting details that transform the final result in one of the best tracks ever created by Slomatics, it sounds like a mantric Doom, a spiritual journey into the sound cosmos of the band. As if all that was lightful throughout the album preparesse you for this moment special.

Future Echo Returns is the most accessible album made by Slomatics and the best from the band in my opinion. If you like a heavy sound, combining what is most interesting from the Sludge, Stoner, Doom and psychedelic music, this album will please you and deserves to be heard at loudest volume!

Tracklist:
01 – Estronomicon
02 – Electric Breath
03 – In The Grip of Fausto
04 – Ritual Beginnings
05 – Rat Chariot
06 – Supernothing
07 – Into the Eternal

Anúncios

Um comentário sobre “Slomatics – Future Echo Returns

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s